Concurso de Ideias ouve servidor para implantar melhorias administrativas na Prefeitura de Itaúna

FacilIta” premia três, entre 49 práticas inscritas, e consolida gestão participativa e inclusiva no Executivo

As estratégias da Prefeitura de Itaúna para a modernização da gestão pública, mais participativa e inclusiva, foram aprovadas pelos servidores municipais. A realização do Concurso de Ideias “FacilIta“, iniciativa inédita da administração municipal, recebeu 49 práticas com a proposta de implementar as mais bem avaliadas à rotina de trabalho no Executivo. O objetivo é oferecer serviços mais ágeis, de qualidade e com menos burocracia para a sociedade. A valorização do funcionalismo também está garantida com a inserção, no dia a dia do governo, de conceitos mais modernos e adequados à realidade dos itaunenses.

Detre todas as ideias inscritas, três propostas foram escolhidas e serão adotadas como prática administrativa a partir de 2018. Elas foram analisadas por uma comissão julgadora designada especialmente para essa finalidade.

A melhor ideia apresentada é do Instituto Municipal de Previdência – IMP, evolve todas as Secretarias e tem o objetivo de promover economia para o Município, além, de reconhecer a importância das funções desempenhadas pelo funcionalismo. A criação do “Espaço do Servidor”, proposta por Helton José Tavares da Cunha, vem ao encontro da atual política da Prefeitura de valorização do servidor e, propõe a redução do absenteísmo, seja por faltas injustificadas ou, principalmente, a diminuição da quantidade de atestados médicos e afastamentos por doenças nos institutos de previdência próprio, como o IMP, e geral, caso do INSS.

A implantação desta política, segundo o autor da ideia, não gerará custos para o Município, visto que o projeto vai usufruir de espaços já existentes e contará com servidores da Prefeitura para estruturá-lo. No entanto, a execução da proposta vai gerar economia de até um milhão de reais por ano. “Atualmente, em Itaúna, cerca de 50 servidores são afastados por mês e já houve período que esse número chegou a 60. O custo anual dessa ausência é estimado em R$ 1,2 milhão se considerado apenas os gastos com o pagamento de auxílio-doença aos segurados do IMP”, observou Helton, ao apresentar a ideia. Conforme o texto da inscrição, esses valores não levam em consideração os afastamentos custeados pelo regime geral de previdência.

O “Espaço do Servidor”, nesse sentido, será um ponto de encontro para a realização de palestras motivacionais, treinamentos e capacitação permanente. “Já é comprovado cientificamente que servidor satisfeito rende e produz mais, com maior eficácia e eficiência. Com um trabalho de qualidade, o projeto afetará positiva e diretamente o cidadão contribuinte, o próprio servidor e a população em si”, explicou Helton.

Em segundo lugar, Leonel Araújo Camargos, da Secretaria Municipal de Finanças, apresentou a proposta de instituir a Corregedoria Municipal, órgão que ficaria responsável por incentivar melhor desempenho das atividades promovidas pelos servidores gerando satisfação ao cidadão. “A Corregedoria, como existe em outros órgãos públicos para avaliação permanente do servidor, não somente durante o estágio probatório, será o instrumento por meio do qual o servidor manterá o nível de excelência no desempenho de suas atividades para com o Poder Público e os munícipes”, explicou. “Muitas vezes, percebe-se uma certa acomodação após o cumprimento do estágio probatório sendo, essa ideia, uma forma para o servidor sempre se manter atento ao desempenho de suas funções, o que geraria maior satisfação à comunidade e ganho para a administração municipal”, justificou.

A otimização do trabalho da Vigilância Sanitária como forma para arrecadar mais receitas para o Município foi a ideia vencedora do terceiro lugar. Apresentada pela servidora Carla Cristina Marques Cruz, o projeto consiste em disponibilizar no site da Prefeitura as informações referentes às exigências sanitárias para cada setor regulado informando, ainda, a lista dos estabelecimentos em situação de regularidade com a administração. “Isso incitaria a participação da população no controle a fiscalização dos estabelecimentos. O cidadão seria mais um fiscal, já que teria acesso às informações sanitárias e poderia cobrar dos ambientes os procedimentos de higiene adequados. De forma que, os estabelecimentos regulares passariam a considerar o alvará sanitário um certificado de qualidade e os irregulares, por sua vez, procurariam de maneira espontânea regularizar-se”, apresentou.

O secretário municipal de Administração, Dalton Nogueira, comemorou o resultado, que segundo ele, foi positivo. “É um resultado satisfatório porque envolveu todas as secretárias, inclusive as autarquias. Isso mostra a sintonia do funcionalismo com a administração municipal e a liberdade que todas as pessoas que trabalham na Prefeitura têm para sugerir e fazer melhorar a nossa forma de administrar”, destacou o secretário.

As três ideias vencedoras são de servidores efetivos. Eles serão premiados, conforme o regulamento, com um notebook, um televisor 32 polegadas e um smartphone.

O prefeito de Itaúna, Neider Moreira, agradeceu a participação de todos os servidores que inscreveram 49 práticas e destacou o envolvimento do funcionalismo com os assuntos de interesse comum, principalmente nesse caso em que o maior beneficiado será o cidadão. “Os servidores mostraram que têm ideias e que elas são importantes para a prestação de um serviço mais ágil, de qualidade, com transparência e respeito com a sociedade”, destacou.

Os prêmios serão entregues em cerimônia no Gabinete do Prefeito na próxima quinta-feira, 28 de dezembro, às 14 horas.

FONTE: PREFEITURA DE ITAÚNA

Facebook Comments