Coluna Meus Queridos 04/09/2017 – Por Mateus Reis

ARRAIÁ TRIRUNNERS

O Grupo de Corrida Trirunners promoveu um grande evento nas últimas semanas foi o arraiá do Trirunners uma festa linda que aconteceu no sitio do André Camargos, a festa reuniu muita gente bonita e chique, todos vestidos a caráter e você acompanha alguns registros muito especiais desta super festa na nossa edição de hoje!

 

 

 

MEUS QUERIDOS ENTREVISTA COM O UNIVERSITÁRIO DE PEDAGOGIA MATEUS GONÇALVES

E hoje você conhece o acadêmico de Pedagogia, Mateus Gonçalves, ele cursa o 4º período de pedagogia na cidade de Arcos. O jovem tem um grande destaque em   nossa sociedade, pois já foi  selecionado para bolsa integral em 6 universidades, dentre elas Universidade Federal de Ouro Preto, Universidade Estadual de Minas Gerais, Instituto Federal do Espírito Santo, Faculdade Pitágoras Guarapari dentre outras. Atualmente está na Unip, Universidade Paulista campus Arcos, Mateus é um exemplo de dedicação aos estudos e inteligência privilegiada e por isso ele conta dos desafios e superações de um coração de estudante que com garra e determinação busca os seus sonhos e tem muito projetos de vida! Mateus é um verdadeiro exemplo a ser seguido de determinação e garra, na entrevista ele conta da sua trajetória desafiadora e ainda as dificuldades e renuncias de morar longe da família e trabalhar e estudar em prol de um futuro promissor e melhor a cada dia. É de gente como o Mateus que o nosso Brasil precisa, um jovem que tem uma visão ampla de futuro e que almeja concretizar os seus sonhos sem passar por cima de ninguém. Ele é gente que brilha em nossa terra, vamos conhece-lo com vocês Mateus Gonçalves!

 

MEUS QUERIDOS:O que te levou a escolher pedagogia como o curso dos seus sonhos?

MATEUS GONÇALVES: Sempre gostei de tudo que envolvesse o cenário escolar, sempre me vi transmitindo conhecimento, ensinando algo.

Por volta dos 13 anos eu já dava aulas de reforço para os vizinhos e filhos de conhecidos da minha mãe, eu montava exercícios, dava “provinhas”.

Uma grande parcela de estudantes ao chegarem ao chegarem ao ensino médio se sentem pressionados pelos pais e até por eles mesmo, pois ainda se decidiram sobre qual curso superior farão, eu nunca tive esse problema, sempre soube que o meu lugar era na escola, sempre fui muito bem decidido quanto a isso, era questão de tempo para eu perceber que eu estava certo e que pedagogia realmente é o curso dos meus sonhos.

 

MEUS QUERIDOS:Como os universitários de pedagogia encaram os desafios da profissão?

MATEUS GONÇALVES:Infelizmente a profissão e o curso de pedagogia ainda são vistos como “menor” que as demais, não há na maioria das vezes o devido reconhecimento, são situações que desanimam a muitos, mas não podemos nos deixar abater, devemos buscar ser e dar o nosso melhor independentemente da situação, independentemente de qualquer problema, estaremos lidando com o futuro do país, seremos classificados e vistos como “exemplo” por muitos de nossos alunos (e futuros alunos), então devemos manter a sanidade sempre.

 

MEUS QUERIDOS: Onde almeja atuar com a carreira?

MATEUS GONÇALVES: Quanto a esta questão ainda tenho uma certa dúvida, amo tudo que envolve a pedagogia e a área educacional, então penso que estaria satisfeito em qualquer área, porém, estou pendendo mais para as áreas da gestão escolar e da docência, e se a docência for a escolhida pretendo fazer uma especialização em Geografia e História, que sempre foram minhas queridinhas.

 

MEUS QUERIDOS:Quando é chegado o momento de buscar estágio na área e a importância disso?

MATEUS GONÇALVES:O estágio é um momento de extrema importância para qualquer acadêmico, é no estágio que você se descobre e se encontra, é onde você vivencia uma prévia do que o  futuro lhe reserva, é momento de aprender e reaprender, pesquisar, sendo assim o quanto antes procurar um estágio mais benefícios terá, afinal, conhecimento nunca é demais.

 

MEUS QUERIDOS:Porque o universitário cheio de sonhos tem tantas ideologias que podem cair por terra e se tornarem utopias frustradas?

 MATEUS GONÇALVES:  Ao concluir o curso a tendência é que a pessoa queira mostrar serviço e externar tudo que aprendeu, ficam entusiasmados e ansiosos para uma nova fase, criam em suas mentes uma imagem de perfeição, como se após o término do curso tudo fosse um mar de rosas e o emprego que nos espera é livre de problemas, mas não é bem assim, ainda mais na área pedagógica, os atuais e futuros professores estão e estarão lidando com a “geração rebelde”, e o próprio nome já diz tudo.

Está cada vez mais difícil ser professor no Brasil, praticamente todos os dias ao ligarmos nossas “tevês” vemos cenas lamentáveis de agressão de alunos à professores, e isso faz com que cada vez menos pessoas ingressem nessa área, pois além de ser desvalorizada não há “segurança” nem no próprio local de trabalho, e isso é lamentável.

 

MEUS QUERIDOS:Quem é o Mateus Gonçalves e o que esse coração de estudante reserva para o mundo em metas e objetivos de fazer um mundo melhor?

  MATEUS GONÇALVES: Mateus Gonçalves é aquele típico brasileiro que não desiste dos seus sonhos, que veio de uma família bem humilde e sonha, sonha e sonha, quer coisas boas para suas vida e para quem o cerca, e quer também aquilo que ao meu ver todos almejam, a estabilidade financeira, profissional e “interna”. Não costumo me definir, pois quem se define se limita e eu prefiro me reinventar a cada dia, mas sei onde quero chegar, não tenho medo do novo, eu literalmente me jogo. E o que eu tenho a oferecer ao mundo é apenas o meu lado bom, farei o possível para reinventar a educação, educação esta que está bem defasada e com muitos resquícios de uma educação tradicionalista, e como dizia Paulo Freire: “Se a educação sozinha não transforma a sociedade sem ela tampouco a sociedade muda”, o que o mundo precisa é de EDUCAÇÃO, e cada um fazendo a sua parte para que isso aconteça.

 

MEUS QUERIDOS:Quais os maiores desafios de ser um universitário em uma cidade desconhecida e longe da família e amigos?

MATEUS GONÇALVES:Comecei minha faculdade em Guarapari/ES, porém, por diversos motivos voltei para Minas Gerais, e desde então moro em Arcos à 6 meses, a cidade não é tão grande logo não conta com uma faculdade a qual tenha todos os cursos disponíveis, até este último semestre eu estava estudando em uma outra cidade, eu saia de casa ás 07:30h , trabalhava até às 17:00h, saia do trabalho direto para a faculdade e ao final só retornava para casa por volta de 00:00h e isso era todos os dias, aí já viu né? Virou rotina. E isso querendo ou não para mim era dolorido. Dormia apenas 5 horas por noite. No finalzinho de Agosto fiz uma nova inscrição para o Processo Seletivo do Prouni, e novamente fui selecionado, e desde então estou na Unip Campus Arcos.

Em relação a família é bem complicado, desde os 17 anos moro sozinho, principalmente por causa da faculdade, pois a cidade onde minha mãe mora não têm universidade, e isso é bem chato, pois sou muito apegado a minha mãe, já a questão dos amigos sempre me adaptei bem as novas amizades, porém é chato deixar para trás amigos queridos, porém é necessário, na vida temos que abdicar de algumas coisas para termos outras.

 

MEUS QUERIDOS: Quais as suas considerações Finais

MATEUS GONÇALVES: Gostaria de agradecer a coluna pelo convite, fiquei muito feliz em poder passar um pouquinho de mim à todos e principalmente a  oportunidade em poder falar da minha relação com o curso de pedagogia.

Me considero um grande vencedor devido a tudo que já passei, mas todos os obstáculos e empecilhos serviram como experiência, hoje sou uma pessoa bem mais resiliente, costumo dizer que eu era para ser uma pessoa bem “revoltada”, mas me apeguei as coisas boas, e as ruins fui descartando, para que hoje eu fosse a pessoa que sou.

 

Redes Sociais à Facebook: Mateus Gonçalves

Instagram: @teteuspena    E-mail: mateusgon2010@hotmail.com

Facebook Comments