Operação contra produção irregular de tijolos é desencadeada em Igaratinga

Ação ocorre em parceria com o Instituto de Metrologia e Qualidade de Minas Gerais. Olarias estão sendo fiscalizadas.

A Polícia Civil realiza, na manhã desta quarta-feira (23), a Operação Bricks em parceria com o Instituto de Metrologia e Qualidade de Minas Gerais (Ipem-MG), contra fabricação irregular de tijolos em Igaratinga. Segundo a assessoria da polícia, a ação ocorre em nove olarias do município.

A polícia suspeita de produção fora de medida e padrão estipulados. A operação já resultou na condução de três pessoas para prestarem declarações.

No período da tarde o delegado Rodrigo Bustamante apresentará um balanço da ação na delegacia de Igaratinga.

Polo ceramista

Igaratinga faz parte do maior polo ceramista de tijolos do estado composto ainda por Pará de Minas, Itaúna, Maravilhas, Papagaios e Pitangui. São cerca de 150 empresas que representam 35% da produção mineira, produzem cerca de 300 mil toneladas mensais de diversos produtos cerâmicos. O setor gera em média 25 mil empregos diretos e indiretos, como aponta o Sindicato da Indústria de Cerâmica para Construção e Olaria de Minas Gerais (Sindicer).

FONTE: G1

Facebook Comments