Grupo responsável por venda de armas e munição para MG e ES é preso em Valadares

Operação terminou com 16 pessoas presas nessa quinta-feira. Entre os alvos estavam funcionários de empresas dos ramos e empresários

Um esquema de venda de armas foi desmantelado em uma operação do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) em conjunto com a Polícia Militar. Foi realizada uma operação que terminou com 16 pessoas presas, entre elas, funcionários de empresas de armamento em Governador Valadares, na Região do Rio Doce. A organização criminosa, segundo as investigações, fazia a venda do material para cidades mineiras e do Espírito Santo. Grande parte das negociações eram feitas por meio de aplicativos de celulares.

As investigações do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) começaram em julho do ano passado. Segundo o MPMG, foi constatado que funcionários e ex-funcionários de empresas do ramo de armamento forneciam o material em desacordo com as normas regulamentares. Em alguns dos casos, os proprietários sabiam do esquema. Um dos empresários também fazia a venda dos armamentos de forma indiscriminada.

Nessa quinta-feira, foi desencadeada uma operação para prender os envolvidos no grupo. Foram cumpridos nove mandados de prisão preventiva e 30 de busca e apreensão. Ao todo, 16 pessoas foram presas, 119 armas de fogo e munição de diversos calibres apreendidos, além de 26 celulares, notebooks, pen drives, R$ 4.455 e oito folhas de cheque de valores diversos.

Segundo o MPMG, a quadrilha atuava com divisão de tarefas. Os intermediários recebiam uma comissão pelas vendas. As negociações aconteciam por meio de aplicativos de mensagem de celular. Além das armas, munições de diversos calibres também eram vendidas.

FONTE: ESTADO DE MINAS

Facebook Comments