Campanha de Vacinação contra a Gripe é prorrogada até 09/06

Município reforça ações para conscientizar pais e professores sobre a importância da imunização

A Campanha de Vacinação contra a Gripe continua até 09 de junho, em todas as unidades de Estratégia de Saúde da Família – ESF, da cidade. Com o período de imunização prorrogado pelo Ministério da Saúde, o Município, por meio do setor de Epidemiologia, está reforçando a conscientização sobre a importância da imunização, principalmente com ações nas escolas, para falar diretamente aos professores, que foram incluídos pela primeira vez no calendário nacional para recebimento da dose gratuitamente, e aos pais de crianças na faixa etária preconizada (4 anos, 11 meses e 29 dias).

Até sexta-feira, 26 de maio, data prevista inicialmente para o fim da mobilização, Itaúna imunizou 73,5% do público-alvo prioritário. A maior cobertura foi entre os idosos, 82,5% deles estão vacinados; 71% dos trabalhadores da saúde; 55,1% das gestantes e 49,97% dos menores com idade entre seis meses e cinco anos incompletos. No caso das puérperas, que são as mulheres com até 45 dias de pós-parto, o índice de cobertura alcançou 103%. Foram vacinados todos os detentos; 73,6% dos funcionários do sistema prisional; 67,8% dos educadores que estão em atividades nas salas de aulas e 58,4% dos portadores de comorbidades, como asma, hipertensão, diabetes e obesidade.

Em Minas Gerais, a cobertura vacinal, de acordo com os últimos dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde, é de 72,2%. No país inteiro foram atingidos 66,8%, conforme disponibilizado no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações – SIPNI. A vacina é trivalente, protegendo contra o H1N1, H3N2 e Influenza B, com base nas cepas de vírus que mais circularam em 2016.

Doença pode causar complicações graves

A gripe é uma infecção aguda causada pelo vírus Influenza, que afeta o sistema respiratório e pode provocar complicações graves, inclusive a morte, se não for tratada a tempo, especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco. A síndrome gripal, que se caracteriza pelo aparecimento súbito de febre, dor de cabeça, dores musculares, tosse, dor de garganta e fadiga, é a manifestação mais comum. Nos casos mais graves, geralmente, existe dificuldade respiratória e há necessidade de hospitalização.

A transmissão do vírus Influenza ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos. “Reforçamos as atividades para conscientização, principalmente entre os pais, para que imunizem as crianças entre seis meses e cinco anos incompletos, grupo em que obtivemos a menor cobertura, e também intensificamos a campanha junto aos professores, que foram contemplados pela primeira vez em 2017. A imunização evita muitas complicações que podem surgir em decorrência da gripe”, salienta a chefe de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde, Juniana de Souza.

FONTE: Prefeitura de Itaúna

Facebook Comments