Hospitais filantrópicos de BH fazem ato contra atrasos em repasses financeiros

Nesta manhã, fachadas do Sofia Feldman estavam cobertas com pano preto para demonstrar luto.

Hospitais filantrópicos de Belo Horizonte fazem, nesta sexta-feira (26), uma manifestação contra os atrasos nos repasses financeiros. Um dos hospitais que participam da manifestação é o Sofia Feldman. As fachadas dele e dos prédios serão cobertas com pano preto para demonstrar o luto pela saúde. Os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) vão receber folhetos com informações sobre a real situação dos hospitais na capital.

No Sofia Feldman, segundo a assessoria, a situação atual não é de fechamento, mas, caso permaneça assim, haverá um colapso, porque o valor recebido não é suficiente para manter o funcionamento total como acontece atualmente.

Em Minas Gerais, de acordo com a Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos de Minas Gerais (Federasantas), pelo menos 128 hospitais sofrem com atrasos nos repasses financeiros e com uma dívida do governo do estado. O valor ultrapassa os R$ 250 milhões.

Em nota, a Secretaria de Estado de Saúde, reconhece que existem débitos junto aos municípios mineiros, mas que tem trabalhado incessantemente junto à Secretaria de Fazenda para que a situação seja regularizada o quanto antes.

Também por meio de nota, a Secretaria de Saúde da capital informou que todos os hospitais filantrópicos recebem repasses do município, e que eles são disponibilizados de acordo com os atendimentos realizados. A secretaria informou ainda que tem conseguido cumprir os repasses financeiros encaminhados pela União aos hospitais filantrópicos.

Fonte: G1

Facebook Comments